Erro
  • JUser::_load: Unable to load user with id: 62

Café na Merenda Saúde na Escola

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)

O Programa Café na Merenda, Saúde na Escola criado pela ABIC em 2006 tem como objetivos: desenvolver hábitos de alimentação saudável; divulgar os benefícios à atividade intelectual, ao aprendizado escolar e prevenção de doenças; desenvolver pesquisa científica correlacionando o consumo de café com leite e a melhoria do aprendizado escolar; estimular o hábito diário de consumir café com leite entre estudantes e contribuir para a formação de futuros consumidores.

Com base em constatações científicas de que o café aumenta a capacidade intelectual e a atenção, melhorando a absorção de idéias, muitas escolas brasileiras incluíram o café na merenda escolar, uma experiência pioneira que melhora significativamente o desempenho de crianças e adolescentes na sala de aula. No Estado de Minas Gerais, o uso do café na merenda escolar de todos os alunos já é estabelecido em lei. Porém, a ingestão diária de café por crianças deve respeitar o limite de moderação estabelecido por médicos especialistas de acordo com a faixa etária. A dose sugerida para crianças entre seis e 10 anos de idade é de três xícaras por dia.
Uma xícara pequena de café, pela manhã, é o suficiente para deixar o cérebro alerta.
Outro preconceito, que também está acabando, é o de que café não deve ser consumido por crianças. Várias pesquisas já concluíram que o café pode e deve ser ingerido, de forma moderada, principalmente por estudantes. Isso porque a cafeína é, comprovadamente, uma substância que estimula a vigília, a atenção, a concentração, a memória e o aprendizado.
A comunidade científica já considera o café um alimento nutracêutico (nutricional e farmacêutico). O produto não é formado apenas por cafeína como é mais divulgado, mas de muitos outros componentes tão ou mais importantes - sais minerais (3 a 5%), açúcares (35 a 55%), lipídios (10 a 20%), aminoácidos (2%) e niacina ou Vitamina PP (0,5%) - e farmacêuticas - 1 a 2,5% de cafeína e 7 a 9% de ácidos clorogênicos. Do ponto de vista alimentício, todos esses componentes fazem do café uma bebida saudável e rica em propriedades nutricionais. E, o que é muito importante, sem causar a indesejada obesidade - problema crescente e alarmante principalmente em países desenvolvidos - tanto que é recomendado a pessoas que estão fazendo dieta alimentar. O uso farmacêutico do café, ou seja, na composição de medicamentos, já vem sendo estudado contra disfunções psíquicas e deve tornar-se realidade em, no máximo, cinco anos.Segundo os resultados dessas pesquisas, o consumo de até cinco xícaras por dia contribui na prevenção de várias doenças, como o câncer de cólon, diabetes, a doença de Parkinson e o mal de Alzheimer. Isso porque ele possui propriedades antioxidantes e protege os neurônios.
Embora o café seja, há mais de mil anos, uma das bebidas mais consumidas em todo o mundo, sua história sempre foi recheada de preconceitos, superstições e campanhas de depreciação. Porém, pesquisas realizadas no Brasil, Estados Unidos, Europa e Japão, revelam que o café pode fazer muito bem à saúde.

Ler 873083 vezes

Atendimento via Chat

Ouvidoria

Envie suas críticas e sugestões para o Café Piranga
Email:
Nome:
Msg:
Em que ano estamos?


 

Copyright © 2012 Café Piranga. Todos os direitos reservados.
Rua Antônio Frederico Ozanan, 592 - Centro
Ponte Nova-MG - CEP: 35430-029 - (31) 3817-2255